sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Valor do dolar para emissão de JRP e passagem aérea

Câmbio de emissão para utilizar em 18/01/2019
 Passagem aérea
 Japan rail pass
3,7591
3,94

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Tabela de preços do Japan Rail Pass - JRP - passe de trem japonês

JRP - Tabela com valores em DOLAR
Comum Green
Tipo Adulto Criança Tipo Adulto Criança
07 dias US$285 US$143 07 dias US$381 US$191
14 dias US$455 US$227 14 dias US$617 US$309
21 dias US$582 US$291 21 dias US$803 US$401
OBS.: Os valores estão sujeitos a possíveis alterações sem prévio aviso.

-----------------------------------o----------------------------------
JRP - Tabela com valores em YEN
Comum Green
Tipo Adulto Criança Tipo Adulto Criança
07 dias ¥29.110 ¥14.550 07 dias ¥38.880 ¥19.440
14 dias ¥46.390 ¥23.190 14 dias ¥62.950 ¥31.470
21 dias ¥59.350 ¥29.670 21 dias ¥81.870 ¥40.930
OBS.: Os valores estão sujeitos a possíveis alterações sem prévio aviso.
Contato para emissão de Japan Rail Pass (JRP)
Tel 11 3101-8193 ou 3106-2780
E-mail: contato@japanrailpass.com.br

domingo, 6 de janeiro de 2019

Governo inspecionará bagagens em estação de trem de Tóquio como medida antiterror

A medida é em caráter experimenta e visa Jogos Olímpicos de 2020
kasumigaseki

O governo japonês está estudando a possibilidade de realizar inspeções de bagagem em uma estação de trem de Tóquio, enquanto explora maneiras de fortalecer a segurança pública antes dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2020, disseram fontes próximas ao assunto no sábado.

A medida, em caráter experimental, está planejada para fevereiro na estação Kasumigaseki do metrô de Tóquio, uma das mais movimentadas do Japão e que foi atacada pelo grupo cult AUM Shinrikyo com gás nervoso em 1995. Cerca de 150.000 passageiros usam a estação diariamente.

Preocupações sobre ataques terroristas no sistema de transporte público também se acumularam após incidentes em trens-bala nos últimos anos.

O governo espera que o experimento planejado ajude a identificar possíveis problemas e considere sua viabilidade.

Embora as inspeções de bagagem de mão nos trens sejam comuns em alguns países, o Japão não as realiza.

Há uma forte oposição entre as empresas ferroviárias que argumentam que as inspeções são inconvenientes porque aumentam o tempo de trânsito para os passageiros. Eles também dizem que é difícil encontrar espaço dedicado a esse propósito dentro das estações.

O Ministério da Terra, Infraestrutura, Transportes e Turismo pediram a empresas de segurança e fabricantes de equipamentos de segurança que sugerissem formas de conduzir o experimento. Também solicitou a colaboração do grupo Japan Railway e de outras operadoras ferroviárias.

Após o ataque com faca em um trem shinkansen em junho, o ministério imediatamente considerou a introdução de inspeções de bagagem. Mas, diante da oposição das empresas ferroviárias, o ministério só decidiu proibir as facas não embaladas nos trens a partir de abril.
Fonte: Alternativa

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Viagem de shinkansen de Tóquio a Hokkaido levará menos de 4 horas

A diminuição será realizada através de um aumento na velocidade máxima de viagem no túnel submarino Seikan que conecta Hokkaido a Aomori
Shinkansen linha Hokkaido

O tempo necessário para viajar entre Tóquio e Hokkaido em um trem bala – shinkansen – deverá diminuir para menos de quatro horas.

A Hokkaido Railway Co – ou JR Hokkaido – disse na quarta-feira (12) que o trem mais rápido nas linhas Hokkaido e Tohoku ligará as estações de Tóquio e Shin-Hakodate em 3 horas e 58 minutos a partir da primavera de 2019, quando a empresa rever seu cronograma de horários. O tempo mínimo de viagem será quatro minutos a menos que o atual.

Isso será realizado através de um aumento na velocidade máxima de viagem no Seikan Tunnel, o túnel submarino que conecta Hokkaido, a província no extremo norte do arquipélago e uma das quatro ilhas principais do Japão, a Aomori, na ponta norte da ilha de Honshu, de acordo com o operador ferroviário.

A JR Hokkaido opera a linha Hokkaido Shinkansen, a qual liga a estação de Shin-Hakodate-Hokuto na cidade de Hokuto, em Hokkaido, à estação de Shin-Aomori, na província de Aomori.

A linha Tohoku Shinkansen, entre a estação de Tóquio e Shin-Aomori , é operada pela East Japan Railway – JR East. As duas linhas se conectam em Shin-Aomori, oferecendo viagem ininterrupta entre Tóquio e Shin-Hakodate-Hokuto. Há planos de ampliar a linha Hokkaido até Sapporo, a capital de Hokkaido.

Trens-bala na linha Hokkaido compartilham um total de cerca de 82Km de trilhos, incluindo o Túnel Seikan, com trens de carga.
Fonte: Portal Mie com Jiji

domingo, 4 de novembro de 2018

Belo evento noturno de outono em templo de Quioto

Até 02 de dezembro, o Eikan-do Zenrin-ji na cidade de Quioto, famoso por suas belas folhagens de outono, exibirá iluminação especial
Eikan-do Zenrin-ji na cidade de Quioto

Famoso por suas folhagens de outono, o Eikan-do Zenrin-ji na cidade de Quioto exibirá iluminação especial até 02 de dezembro para que os visitantes possam se maravilhar com o cenário natural durante passeios noturnos.

Um teste foi realizado na quinta-feira (1º) no templo centenário antes do início da visualização especial noturna que começou no sábado, 3 de novembro.

Cerca de 700 lâmpadas iluminaram os cerca de 3 mil bordos que ficam bem vermelhos no outono. Na superfície do lago Honjo, as imagens de algumas árvores eram refletidas.

Os visitantes podem entrar na área do templo entre 17h30 e 20h30. Eles também poderão ver a estátua principal do templo, conhecida como Mikaeri Amida, que olha por cima de seu ombro na direção do visitante.

Criada no período Kamakura (1192-1333), a estátua é designada pelo governo central como uma importante propriedade cultural.

O valor da entrada é de 600 ienes. Clique aqui para ver a localização do templo.

Fonte: Portal Mie com Asahi | vídeo: Sankei News

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

JR apresenta novo shinkansen N700S

A frente deixou de ser bicuda e tem formas quadradas mas arredondadas no novo N700S, com novidades no interior
Shinkansen Naruhodo Hakken Day

Os novos N700S de teste foram apresentados ao público pela Tokaido Shinkansen, na fábrica da JR em Hamamatsu (Shizuoka).

No evento intitulado Shinkansen Naruhodo Hakken Day, aberto em 16 deste mês, famílias e fãs do veículo ultrarrápido não paravam de fotografar.

A JR informou que o novo modelo N700S substituirá o atual N700A, cuja previsão é a partir do ano fiscal 2020. A principal característica externa é a forma quadrada e arredondada no veículo frontal.

Com a redução do peso dos equipamentos sob o piso o novo shinkansen fará uma economia de 7% no consumo de energia.

Em todos os assentos os passageiros poderão usar as tomadas. Além disso, para evitar esquecimento de objetos na prateleira, essa ganhou iluminação quando o shinkansen faz paradas.

Doctor Yellow shinkansen

No dia do evento os 33 mil visitantes também puderam apreciar também o Doctor Yellow, o shinkansen de inspeção.
Fonte: Portal Mie com Asahi

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Serviços de trem para o aeroporto de Kansai são retomados

Duas semanas após o forte tufão Jebi ter passado pela região, os serviços ferroviários para o Aeroporto Internacional de Kansai são retomados nesta terça-feira (18)
Shin-Osaka Station

Serviços ferroviários para o Aeroporto Internacional de Kansai foram retomados nesta terça-feira (18), restaurando a principal ligação de transporte ao maior portão de entrada do oeste do Japão, duas semanas após o forte tufão Jebi ter passado pela região.

A West Japan Railway e a Nankai Electric Railway reiniciaram seus serviços ao aeroporto na manhã desta terça-feira. Cerca de 80% dos usuários do aeroporto, que fica em uma ilha artificial na Baía de Osaka, chegam de trem.

O tufão Jebi, que tocou o solo no oeste do Japão em 4 de setembro, veio acompanhado de marés de tempestade que inundaram uma das duas pistas do aeroporto e o prédio do terminal 1, que tipicamente trabalha com cerca de 400 voos por dia.

A força da tempestade também deslocou um navio-tanque que acabou atingindo a ponte – a qual funciona como estrada e linha ferroviária – que liga o aeroporto à ilha principal, causando grandes danos e isolando cerca de 8.000 passageiros e funcionários no complexo aeroportuário.

O Aeroporto de Kansai tem atraído um crescente número de passageiros estrangeiros nos últimos anos, principalmente da China, da Coreia do Sul e de outros países do Sudeste Asiático com a expansão das companhias aéreas de baixo custo (LCCs).
Fonte: Portal Mie com Mainichi

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

JR East considera operações de trens sem condutores

A empresa visa gerenciar uma esperada escassez de condutores devido a uma aposentadoria em massa de funcionários veteranos futuramente
East Japan Railway

A East Japan Railway Co (JR East) está considerando a introdução de operações automatizadas, sem condutores nas linhas Tohoku Shinkansen, Yamanote e outras, soube o jornal Yomiuri.

A empresa visa gerenciar uma esperada escassez de condutores devido a uma aposentadoria em massa de funcionários veteranos futuramente. A JR East já estabeleceu uma equipe de projeto para acelerar o desenvolvimento tecnológico.

A JR East visa o desenvolvimento de um sistema que opera os trens automaticamente sem um condutor a bordo. No primeiro estágio, a meta é ter um condutor somente para lidar com situações de emergência. Eventualmente, a empresa planeja introduzir operações completamente automatizadas.

No Japão, serviços de trem automatizados são operados na linha Yurikamome usando um novo sistema de transporte desenvolvido para prevenir que passageiros tenham acesso aos trilhos. A linha Linear Chuo Shinkansen, atualmente em construção pela Central Japan Railway Co, poderá ser operada sem condutor.

Linhas ferroviárias privadas e da JR existentes têm muitos cruzamentos e outras características, dificultando a introdução de serviços de trem sem condutor a partir do ponto de vista de prevenir acidentes. Para realizar tais operações, medidas de segurança adicionais serão necessárias, como a construção de trilhos elevados, como aqueles na linha Yurikamome, e a instalação de barreiras de plataforma que vão do piso ao teto.

A JR East planeja introduzir o sistema na linha Yamanote, que não está ligada a outras linhas, assim como na Tohoku Shinkansen, cuja maioria dos trilhos são elevados. Há também um plano para introduzir o sistema a linhas ferroviárias em situação deficitária com a finalidade de manter os custos baixos e seus serviços.

Contudo, ainda há muitos obstáculos a vencer. A empresa deve desenvolver um sensor de alta precisão que possa detectar obstáculos nos trilhos, já que é difícil aplicar atual tecnologia para o sistema autônomo. Também será necessário desenvolver equipamento que detecta ruídos e odores anormais, o que seria no presente momento detectado fisicamente por membros da tripulação.

Estruturação legal também é necessária. De acordo com o Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo, as regras incluem decretos sobre as instalações e condições de operação, dentre outras, com base na Lei de Operação de Ferrovias, que devem ser revisadas para introduzir operações automatizadas em linhas existentes.
Fonte: Portal Mie com Yomiuri